Você sabe o que é feedback? A palavra “feedback” significa realimentar ou dar retorno (em inglês: feed = alimentação + back = retorno). O termo é usado no mercado de trabalho quando as empresas avaliam o desempenho de seus funcionários e retornam com observações positivas ou negativas. Muitas pessoas encaram o feedback como um grande vilão do mundo corporativo, mas a verdade é que, quando bem comunicado, ele pode ser o melhor amigo da empresa e do profissional.

Alguns pontos são relevantes tanto para o receptor quanto para o transmissor do feedback. Veja:

1) Preparo do transmissor

O feedback pode ser tão assustador para quem vai passar a avaliação quanto para quem vai receber. Geralmente, o transmissor é alguém com um cargo mais alto, que fica responsável por coordenar a equipe. Porém, nem sempre essa pessoa está preparada para a função. Talvez ela nunca tenha recebido um feedback, não conheça suficientemente o assunto abordado ou passe por outras dificuldades que podem limitá-lo na hora de te passar o retorno.

Interprete o transmissor. Tente se colocar no lugar dele e entenda que não necessariamente ele usará as palavras certas. Releve os erros e tente manter o foco no que ele pode te ensinar ou acrescentar.

2) Saiba ouvir e filtrar as informações

Não vá para uma reunião de feedback na defensiva. Escutar o que o seu colega ou líder tem a dizer será fundamental para que você consiga interpretar as informações e tomar propriedade sobre aquilo que pode ser aproveitado. Você não pode escolher quem te dará o feedback, mas pode decidir como você se comportará em relação ao que vai ser dito. Quanto mais você estiver aberto a ouvir, mais perto estará de fazer um trabalho melhor.

3) Cobre o feedback

Feedback é fundamental. Se a empresa em que você trabalha não está habituada a dar retorno sobre o aproveitamento de seus profissionais, cobre do seu chefe ou superior. Pergunte se ele tem alguma observação a fazer sobre o seu desempenho e se coloque à disposição para aprendizados e mudanças. É muito comum que pessoas sejam demitidas repentinamente, sem saber o que estava gerando a insatisfação por parte do contratante. O feedback, além de evitar que isso aconteça, te ensina a ser um profissional mais completo e preparado.

Um bom feedback é um encontro construtivo, no qual sejam ressaltados seus pontos fortes e também apontado o que precisa ser aprimorado. Cada vez que você recebe um feedback, terá uma oportunidade para refletir sobre o seu comportamento e se aproximar das duas metas. Sempre há algo para tirar de bom de um feedback. Ele existe para te ajudar.

Regina Nogueira, publicitária, é fundadora da Regina Nogueira Consultoria Empresarial e Coaching

Facebooktwittergoogle_pluslinkedin